https://davimartini.com.br/wp-content/uploads/2020/04/bg-mcf.gif

Autora: Vanda Davi Fernandes de Oliveira

A busca pela satisfação das vontades leva as pessoas a pensar nas particularidades de cada interesse que têm. Tratar essas particularidades, sejam elas de baixa ou alta complexidade, requer uma cautela que em sua maior parte vai além das possibilidades de quem planeja realizar, com segurança, uma negociação.

Nesse sentido, a conciliação de interesses, que leve à formatação de um acordo de vontades, nem sempre é fácil porque cada qual tem a intenção de proteger o seu projeto e evitar abalo em suas relações. Por outro lado, essa formatação é facilitada quando se tem o respaldo de um advogado especializado, capaz de prever constrangimentos, atentar para a segurança jurídica e a proteção de todos os envolvidos.

O auxílio especializado na elaboração de um instrumento regulador entre as partes, como o contrato, é uma forma de se trabalhar no preventivo, evitando problemas ou controvérsias futuras. Além disso propicia maior satisfação para os contratantes uma vez que o profissional busca traduzir os interesses individuais em regras claras e objetivas, reconhecendo os direitos do outro, com justeza e transparência.

Para tanto, o advogado faz uma série de diligências e toma as medidas necessárias para deixar o instrumento contratual à altura de se manter digno de respeito pelos envolvidos, trazendo equilíbrio e segurança nas relações. A análise de documentos, como certidões, matrículas, estatutos, a depender da particularidade de cada caso, leva à tomada de medidas protetivas para as partes, com especificações próprias, evitando dissabores futuros.

A clareza e a transparência das condições estipuladas no contrato, com obrigações bem determinadas, imperando a autonomia da vontade, propicia a efetividade do instrumento contratual e, à exceção de alterações nas condições que de fato existiam no momento de celebração do contrato, evita que no futuro seja necessária a interferência do Estado para tornar equânime a relação jurídica formatada.

Ademais, considerando que o instrumento contratual traz em seu bojo informações probatórias da relação jurídica, com direitos e deveres bem definidos, facilitando o seu cumprimento ou até mesmo o deslinde de qualquer polêmica, quanto mais apurado ele for menor a chance de controvérsias ou prejuízos futuros, sejam eles econômicos ou morais.